Newsletter n.º 16 mar./abr. 2019
Apresentação de "Histórias Gravadas nas Rochas. Guia de Campo: à Descoberta das Rochas e Fósseis em Loulé"
23 de abril
 

No passado dia 23 de abril, foi apresentado, no Salão Nobre dos Paços do Concelho, o livro Histórias Gravadas nas Rochas. Guia de Campo: à Descoberta das Rochas e Fósseis em Loulé, da autoria de Hélder Pereira e Francisco Lopes, fundadores da GeoWalks & Talks, a primeira empresa de geoturismo algarvia.

A obra, uma edição da Câmara Municipal de Loulé/Museu Municipal, convida a passear pela cidade e descobrir rochas e fósseis, com milhões de anos.

Segundo Hélder Pereira, que, à semelhança de Francisco Lopes, é professor de biologia e geologia, a obra nasceu de “uma ideia bastante antiga, que começou a materializar-se com alunos da Escola Secundária de Loulé”. Acrescentou ainda que para a concretização deste trabalho foi preciso “percorrer as ruas da cidade, com um olhar um pouco diferente, um olhar treinado, no sentido de perceber as histórias que estão escondidas à vista de todos, nos materiais rochosos usados na construção da cidade – as muralhas, os monumentos, os pavimentos e as paredes dos edifícios”.

Já Francisco Lopes salientou a importância do livro enquanto ferramenta que permite “explorar a cidade de uma forma que não é habitual, valorizando e promovendo o património. A perspetiva é sempre chegar ao público em geral, mas também pode ser utilizado por públicos mais específicos, nomeadamente pelas escolas”. Neste sentido, os autores tiveram o cuidado de utilizar «uma linguagem simples, mas cientificamente correta, no sentido de desmistificar a ciência por detrás daquilo que podemos observar nas rochas da cidade».

A versão que foi lançada do livro é bilingue, em português e inglês.

A apresentação da obra esteve a cargo de Carlos Marques da Silva, docente da Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa, e a sala foi pequena para todos aqueles que quiseram estar presentes e conhecer melhor a história e o património louletanos.

 
Famílias no Museu – Platibandas algarvias
9 de março

No dia 9 de março, uma vez mais, o Famílias no Museu foi dedicado à descoberta e valorização do nosso património. Tendo por mote as platibandas algarvias, os participantes foram desafiados a produzir uma moldura em feltro com decoração inspirada em algumas das platibandas mais vistosas da nossa cidade.

Jornadas da Primavera do ICOM Portugal
11 de março

Subordinadas ao tema “Os museus como plataformas culturais – museus e cidadania”, decorreram no dia 11 de março, no Palácio Nacional da Ajuda, as Jornadas de Primavera 2019 do ICOM Portugal. Pretendendo, uma vez mais, contribuir para aprofundar a reflexão sobre esta realidade e proporcionar um debate alargado entre os profissionais dos museus portugueses, sobre como poderão os museus estimular e desenvolver novas, mais complexas e diversificadas interações com a sociedade em que se inserem, o Museu Municipal de Loulé participou nesta iniciativa através da intervenção de Dália Paulo e Ana Rosa Sousa intitulada "O Museu no território...". 
As Jornadas de Primavera do ICOM Portugal são um evento promovido no âmbito do projecto Mu.SA. - Museum Sector Alliance que aborda diretamente a escassez de competências digitais e transferíveis identificadas no setor dos museus, da forma como estas foram explicitamente registadas durante a fase de análise do projecto eCult Skills, financiado no âmbito do Programa de Aprendizagem ao Longo da Vida (2013-15).

Instameet Arte Pública em Alte
15 a 17 de março

De 15 a 17 de Março, a Fundação EDP e o Gerador dinamizaram o Instameet Arte Pública Fundação EDP //Sotavento com 8 instagramers que, durante 3 dias, estiveram no Algarve, para darem a conhecer as obras do programa Arte Pública, iniciado em 2015.

Durante esses 3 dias, os instagramers foram desafiados a descobrir as 20 obras criadas pelos sete artistas convidados – Xana, Jorge Pereira, Mariana a Miserável, Padure, Susana Gaudêncio, Tiago Batista e Menau – no âmbito do programa Arte Pública em cada uma destas zonas mas, também, a viver a cultura local: as paisagens, a gastronomia, a história e os espaços que fazem parte do dia-a-dia da comunidade.

O programa deste Instameet foi complementado por um conjunto de atividades, das quais se destaca uma conversa em torno do tema "Alte como exemplo de cultura e integração", que decorreu no dia 16 de março, no Polo Museológico Cândido Guerreiro e Condes de Alte, e teve como mote os 10 anos de atividade deste polo museológico. Esta iniciativa contou com a presença de Margarida Pinto Correia e teve moderação de Miguel Bica.

Orientado para territórios de baixa densidade populacional, o Programa Arte Pública Fundação EDP usa a arte como instrumento de inclusão social. Promove o acesso à arte e o envolvimento da população em novas experiências culturais.

Apresentação de livro póstumo de Luís Monteiro Pereira
21 de março

No âmbito das comemorações do Dia Mundial da Poesia, foi editado, a título póstumo, o livro Poemas de um Adulto-Criança de Luís Monteiro Pereira. A obra reúne um conjunto de poemas inéditos e foi apresentada por José Quadros e Arménio de Aleluia Martins.

Luís Alberto Monteiro Pereira nasceu em Boliqueime, Concelho de Loulé, no dia 6 de fevereiro de 1958.

Poeta, escritor e cronista desde jovem, colaborou nos jornais O Dia, O Tempo, Correio da Manhã, O Diabo e O Século. Escrevia regularmente nos jornais regionais A Avezinha, Notícias de S. Brás e A Voz de Loulé, onde se iniciou no jornalismo como autodidata, sobre os mais diversos temas da atualidade, desde a política à cultura.

Publicou obras de poesia e prosa, como Crónicas do Tempo Morto, Lágrimas e Fel, Refúgio Poético, No Pico da Melancolia, (In)quietações, Poeticodependência, Cântico à Mãe Soberana, 2 Dias de Vida e 3 d’lusões, Vagueando na Vagas do Tempo, Fado dos Meus Silêncios, Estética de Uma Dor Incomum e O Conservador de Utopias, este último editado em 2015.

Profissionalmente exerceu a atividade de técnico de animação cultural na Câmara Municipal de Loulé, desde 1993, no Gabinete de Comunicação e na Divisão de Cultura, tendo uma colaboração permanente na Agenda Municipal.

Faleceu a 9 de outubro de 2015, aos 57 anos.

Formação sobre acessibilidade em museus RPM
28 de março

No Dia Nacional dos Centros Históricos, o Museu Municipal de Loulé recebeu a Rede Portuguesa de Museus numa formação de Avaliação da Acessibilidade nos Museus RPM. Durante o dia decorreu uma sessão teórico-prática em que foi possível refletir o espaço do núcleo sede do Museu de Loulé, sendo avaliadas as boas práticas já implementadas e o caminho ainda a percorrer para que a acessibilidade seja uma realidade abrangente e natural. A formação esteve a cargo de João Herdade, Fátima Peralta e Clara Mineiro.

Laboratório da Memória evoca percurso do Centro Social e Cultural Parragilense
31 de março

No passado dia 31 de março, teve lugar, no Centro Social e Cultural Parragilense, mais uma sessão de Laboratório da Memória. Subordinada ao tema “Centro Social e Cultural Parragilense: um espaço ao serviço da comunidade”, esta iniciativa decorreu durante a tarde e muitos foram aqueles que quiseram participar e que partilharam connosco memórias e estórias que fazem do Centro Social e Cultural Parragilense um espaço ao serviço da comunidade.

Cerimónia de novas adesões à Rede Portuguesa de Museus
4 de abril

No dia 4 de abril foi celebrada e, mais uma vez, oficializada a adesão do Museu Municipal de Loulé à Rede Portuguesa de Museus numa cerimónia que teve lugar no Palácio Nacional da Ajuda, em Lisboa. O nosso (seu) Museu deu assim mais um importante passo enquanto instituição ao serviço não só da sua comunidade, mas também de todos aqueles que buscam a valorização e preservação da história e do património louletanos. O Museu Municipal de Loulé integrou a Rede Portuguesa de Museus em julho de 2017.

Laboratório da Memória – A Associação Pró - Casa da Cultura (ASPROCA)
6 de abril

No ano em que a Casa da Cultura de Loulé celebra 40 anos de existência, o Museu Municipal de Loulé dedicou, no dia 6 de abril, uma sessão da atividade Laboratório da Memória aos primórdios desta associação. Esta iniciativa, que teve lugar no Edifício do Atlético, contou com a presença de alguns daqueles que fizeram parte da fundação da Casa da Cultura de Loulé e partilharam connosco as suas memórias e estórias sobre a ASPROCA.

Famílias no Museu - Ervas aromáticas e suas aplicações
13 de abril

No âmbito das comemorações do Dia Internacional dos Monumentos e Sítios 2019, subordinadas ao tema "Património e Paisagem Rural", o Famílias no Museu do mês de abril convidou as famílias participantes a realizar um percurso pedestre pelo interior do Concelho e a conhecer algumas das ervas aromáticas que fazem parte da flora local. A D.ª Jesus Dias, de Querença, foi a anfitriã deste percurso.

10.º Aniversário do Polo Museológico Cândido Guerreiro e Condes de Alte
30 de abril

No passado dia 30 de abril, o Polo Museológico Cândido Guerreiro e Condes de Alte celebrou 10 anos de existência. Para assinalar esta data, foram desenvolvidas diversas atividades, algumas delas com as crianças da Escola Básica de Alte a quem pedimos para que, em poucas palavras, nos respondessem à pergunta: “O que é para ti o Polo Museológico Cândido Guerreiro e Condes de Alte?” e que ilustrassem a resposta. Este desafio resultou numa série de pequenas ilustrações que se encontram expostas no Polo.

A efeméride foi ainda comemorada com a inauguração da exposição de fotografia Viagem Interior de Telma Veríssimo e com uma tertúlia que incidiu sobre a atividade do Polo e a sua relação com a comunidade durante os 10 anos da sua existência.

Brevemente

Eis algumas das nossas sugestões para os próximos meses

 

Em maio:

 

Exposição Loulé. Territórios, Memórias e Identidades

Museu Nacional de Arqueologia, Lisboa

Org.: Direção-Geral do Património Cultural/Museu Nacional de Arqueologia e Câmara Municipal de Loulé/Museu Municipal de Loulé

 

Exposição Ecos da Serra-50 anos de memórias

Polo Museológico Cândido Guerreiro e Condes de Alte

Segunda a sexta: 9h00-17h00

 

Exposição Trabalhadores Forçados Portugueses no III Reich e os Louletanos no Sistema Concentracionário Nazi

Edifício da Assembleia Municipal – Casa Memória Duarte Pacheco

Terça a sexta 9h-13h e 14h-17h

Sábado 9h30-16h00

Org.: Instituto de História Contemporânea, Universidade de Lisboa e Câmara Municipal de Loulé

 

Exposição de fotografia O Escritor de Sonhos de Jorge Graça

Claustro do Convento Espírito Santo, Loulé

 

Exposição de fotografia Viagem interior de Telma Veríssimo

Polo Museológico Cândido Guerreiro e Condes de Alte

Segunda a sexta: 09h00-17h00

Patente até 31 de maio

  

Famílias no Museu – Jogo da Memória*

Parque Municipal de Loulé

11 de maio, 14h30-17h30

Público-alvo: crianças a partir dos 6 anos acompanhadas por um adulto

Inscrições gratuitas e obrigatórias: servicos.educativos@cm-loule.pt; 289 400 611

*Atividade integrada no evento “Bora Lá ao Parque”

 

Alte, pela janela do tempo

Polo Museológico Cândido Guerreiro e Condes de Alte

17 de maio, 14h30

  

Dia Internacional dos Museus e Noite Europeia dos Museus

 

Inauguração da exposição "Amar Cássima" de Sílvia Rodrigues

Museu Municipal de Loulé

18 de maio, 21h30 

Patente até 27 de julho

 

 

24.º Aniversário do Museu Municipal de Loulé

 

Apresentação da Revista Raízes n.º 7

Museu Municipal de Loulé

25 de maio, 16h30

 

Em junho:

 

Exposição Loulé. Territórios, Memórias e Identidades

Museu Nacional de Arqueologia, Lisboa

Org.: Direção-Geral do Património Cultural/Museu Nacional de Arqueologia e Câmara Municipal de Loulé/Museu Municipal de Loulé

 

Exposição Ecos da Serra-50 anos de memórias

Polo Museológico Cândido Guerreiro e Condes de Alte

Segunda a sexta: 9h00-17h00

 

Exposição Trabalhadores Forçados Portugueses no III Reich e os Louletanos no Sistema Concentracionário Nazi

Edifício da Assembleia Municipal – Casa Memória Duarte Pacheco

Terça a sexta 9h-13h e 14h-17h

Sábado 9h30-16h00

Org.: Instituto de História Contemporânea, Universidade de Lisboa e Câmara Municipal de Loulé

 

Exposição de fotografia O Escritor de Sonhos de Jorge Graça

Claustro do Convento Espírito Santo, Loulé

 

Exposição Amar Cássima de Sílvia Rodrigues

Museu Municipal de Loulé

terça a sexta 10h00-18h00

sábado 10h00-16h30

 

Conferências A inquisição em Loulé, Terra das três culturas por Jorge Martins e Símbolos de Geometria Sagrada em Loulé comparados com outros a nível nacional e internacional por José Afonso

Sala Polivalente do Museu Municipal de Loulé

1 de junho, 16h00

 

© 2022 - Museu de Loulé